Então me abraça forte. Me diz mais uma vez que já estamos
distantes de tudo. Temos nosso próprio tempo...”
Hoje acordei com uma notícia triste: sr. Jardel nos deixou nesta madrugada de segunda para terça-feira. No início, ainda tomada pelo sono, a notícia veio misturada à sensação de que podia não ser verdade. Mas era. Um turbilhão de pensamentos e lembranças desfilaram em minha mente como um filme em rotação acelerada. Me peguei lembrando que ontem mesmo recebi dele dois e-emails que mal tive tempo de abrir e que ainda não havia separado as músicas para o vídeo que ele sempre fazia para os aniversários daqui de casa… enfim.
Preparei-me para despedir-me do vô Jardel, indo me juntar aos amigos de infância, vizinhos e a uma multidão de pessoas que fora prestar sua última homenagem ao amigo querido e conceder apoio à familia. 
Naquele ambiente de consternação, os abraços disseram mais do que as palavras. Foram de conforto, de cumprimentos, de saudades, de alento, sinceros, emocionados e intensos. Impossível não se emocionar.
Sr. Jardel, com toda a sua energia linda, reuniu a família de sangue e a família que a vida o deixou escolher. Deixou muitos órfãos de coração,pela alegria e companheirismo, mas com a certeza de missão cumprida. Descanse em paz!

Hoje eu precisei tanto desse abraço…

4 thoughts to “Amplexos

  • Etienne

    Uma perda é sempre uma perda, e por mais que tentem nos dizer que a dor passa, por mais que tentem preencher nossas novas horas com abraços ou palavras de afeto, lá dentro de nós sabemos que a perda será insuperável. Virão novos dias, nos ocuparemos com outras coisas, tentaremos ter em mente só o carinho da lembrança, mas para sempre, sempre haverá um dia, um momento em que a dor dessa perda ira voltar e molhara nossos olhos, nossas alma numa saudade que não termina nunca.
    Então procura ficar bem, pois com certeza Ele sabia do carinho, do amor e da sinceridade desse amor que você tinha por Ele. E o contrário por certo também era verdadeiro.
    Fique com Deus. Fique em paz!

    Responder
  • Claudia Braga

    Obrigada pela mensagem e pelo carinho. Ele era um pai pra mim. 🙁

    Responder
  • Dom Alejandro

    Falou e disse……mesmo!!!!

    Responder
  • Claudia Braga

    Beijo Rê

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.