Palavras ausentes

Ultimamente tenho sentido uma dificuldade enorme em me expressar. Explico: acho fácil falar sobre qualquer assunto, desde que o mesmo não diga respeito a mim. Como é estranho não conseguir teorizar o emaranhado de pensamentos que rondam minha cabeça. Já cansei de me rotular, de me “coisificar” por isso. Sei que a única coisa palpável […]

Consulte para mais informação
Haja o que houver….

Só Madredeus para repoduzir o som da minha alma e explicar a minha vida nos últimos dias. Tsunami emocional é pouco. Deixo a música na voz de Zizi Possi falar por mim. Gostaria que a alma não doece tanto. =( Haja o que houverEu estou aquiHaja o que houverEspero por tiVolta no vento, oh meu […]

Consulte para mais informação
Invisível

Solidão a dois de diaFaz calor, depois faz frioVocê diz “já foi” e eu concordo contigoVocê sai de perto, eu penso em suicídioMas no fundo eu nem ligoVocê sempre volta com as mesmas notíciasEu queria ter uma bombaUm flit paralisante qualquerPra poder me livrarDo prático efeitoDas tuas frases feitasDas tuas noites perfeitas Solidão a dois […]

Consulte para mais informação
Será que coleciono mágoas?

Tenho pensado muito nisso ultimamente. Em como situações que teoricamente resolvidas há tempos, cujos desfechos nem sempre foram dos melhores, são capazes de voltar à tona por uma frase mal colocada ou uma palavra dita na hora errada. Sempre me considerei uma pessoa resolvida, dentro das possibilidades e limitações pertinentes ao ser humano. Mas às […]

Consulte para mais informação