Como na Argentina

Não é fácil eliminar um corpo. Uma vida é fácil. Uma vida é cada vez mais fácil. Mas fica o corpo, como o lixo. Um dos problemas desta civilização: o que fazer com o próprio lixo. As carcaças de automóveis, as latas de cerveja, os restos de matanças. O corpo bóia. O corpo vai dar […]

Consulte para mais informação
No Horizonte

No horizonte para onde aponto minha fronte perco meu olhar pela linha infinita e nas vagas que tocam minha vista procuro respostas ou um sentido para a vida na espuma da onda que o mar agita. No horizonte linha que separa céu e mar feito ponte navios cargueiros, barcos pesqueiros transportam em caixotes alegrias, tristezas […]

Consulte para mais informação
Pois é, pra que?

Minha cabeça dói. O choque da eterna luta de “ficção científica” em meu cérebro (sim, porque os nomes dos processos e dos controladores alopáticos em meu cérebro parecem mais comandos da Enterprise). Ironizo porque dá mais leveza, mas enche o saco. Queria estar ao lado de pessoas das quais sinto falta e que ajudariam a […]

Consulte para mais informação
Do they know it´s Christmas?

Fui buscar numa antiga e linda canção de uma junção de várias bandas inglesas da década de 80 (Band-Aid), que uniram-se para arrecadar fundos e alimentos para a situação calamitosa de fome que assolou a Etiópia. naquela época. O ano era 1985, mas a situação é tão atual, que serve perfeitamente para descrever os cenários […]

Consulte para mais informação