Sempre soa exagerado, eu sei. Tenho a mania de criar metáforas da mesma forma que gesticulo enquanto falo. Sou a rainha dos efeitos sonoros, da imitação de vozes e da tragicomédia. Óbvio quando estou sozinha ou com no máximo mais uma pessoa. Passou disso, vira platéia e eu travo.
Mas o que me traz aqui em plena quarta-feira,às 00:23h é o bendito calor e um ataque de saudosismo. Pasmem, mas me deu uma saudade de um ventilador malucaço que eu tinha que era uma piada. Não sei que fim levou o coitado. Deve ter desmanchado, derretido, ou coisa assim. O que ele tinha de tão especial? Bom, ele era todo quebrado: não tinha a grade da frente, não tinha os pés, mas produzia um som peculiar. A falta dos pezinhos me obrigavam a colocar “calço” para prendê- lo bem, senão ele ficava andando pelo quarto preso pela tomada como um cachorro preso pela coleira. E como nao tinha a grade de proteção, era um perigo cair qqer coisa. Agora o show começava quando eu ligava o bicho. Primeiro, porque eu tinha que impulsionar a hélice com o dedo. Aí, ela começava a girar lentamente e o ruído começando também. A medida em que a rotação aumentava, o som aumentava como uma gralha histérica. Era ra ta ta ta ta ta ta ta ta ta ta ta TA TA TA TA TA TA TA TA TAA TA TA TTA TA TA TA TA TA TA isso passa de 4 a 10 decibéis em segundos).Uma coisa ensurdecedora. Quando você se prepara para dar um soco no ventilador o “RATATATATATATATATATA é substituído por um sonoro zuuummmmmmm sguido por um ventilado silêncio.Perfeito! Escuto da casa das minhas vizinhas, cujas janelas de nossos quartos ficavam de frente para o outro, separados apenas por um muro alto e uma varanda de cada lado as vozes baixinhas dizendo: Até que enfim, ela conseguiu! Putz, eu não imaginava que todo mundo sabia a hora que eu ia pra cama. Sei que muita água passou por debaixo da ponte, o tempo passou, pessoas se foram, mas até hoje tem gente que pergunta pelo meu ventilador doidão. Era doido, mas assombrava o calor. It´s all!

2 thoughts to “Ventilador ou helicóptero?

  • Anônimo

    Quem poderá dizer nesse mundão que nunca teve um parecido.. (rs)?
    Em qq casa de qq canto desse mundão véi di guerra sempre aparecerá alguém para dizer.. EU TB TINHA UM IGUALZINHO!
    É, mas o q me traz aqui é realmente concordar com esse seu jeito peculiar de contar histórias sobre as mazelas da vida de forma tão hilária.. Muito bom mesmo!
    ps.1: Será que esse seu ventilador não foi para onde vão todos os guarda-chuvas perdidos (aqueles q todo mundo perde, mas ninguém acha).
    ps.2: Cuidado com quem vc mata de rir .. (rs)

    Abs, e viva a Siberianland (rs)
    E.Navarre

    Responder
  • Dom Alejandro

    A Krawdhyha esqueceu de uma função fundamental do aparelho descrita pelos orientais!!!!

    O barulho serve para espantar os maus-espíritos do local.

    Neste caso, todos os espiritos sumiram, exceto o espírito-de-porco do Paul Fait. Pois, como se não bastasse toda a "opera ventante", não perdoava, debochaaaaava!!!!!

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.